JÁ VIU IMÓVEL SUMIR?

Todo mundo já ouviu a história de um tio, vizinho ou amigo que fez algum tipo de “investimento” e perdeu todo o dinheiro. Alguns foram no mercado de ações, outros no mercado opções, muitos em pirâmides financeiras e, agora, a nova moda é o sumiço de criptomoedas.

FRAUDES FINANCEIRAS

Apesar de todos os esquemas que podem acontecer, nunca houve um caso de uma pessoa que comprou um pedaço de terra, recebeu a escritura, usou a terra por um tempo, parou e, dias, meses ou anos depois, a terra desapareceu.

Sim, já aconteceram casos de pessoas que venderem imóveis que não existiam. Isso é fraude, roubo. Mas ao adquirir um endereço, de forma legal, não há a menor possibilidade de esse endereço sumir, a não ser que seja desapropriado pelo governo e, mesmo assim, será compensado por isso.

Mesmo em caso de incorporadoras que quebram, os proprietários podem completar o investimento e concluir a obra, terminando com o ativo em seu portfólio.

No caso do mercado de ações, há, sim, o risco da empresa quebrar e sua ação “virar pó”. Isso é mais comum do que se imagina. Alguém lembra do império X?

O mesmo pode acontecer com o mercado de títulos de crédito. Ao adquirir uma dívida, com objetivo de receber o principal e juros ao longo do tempo, o credor pode perder sua capacidade de honrar suas obrigações. Da mesma forma, aquele papel perdeu completamente seu valor.

criptomoedas

Agora, no mercado de criptomoedas, justamente por ser um mercado sem regulamentação, há uma enxurrada, uma onda, um novo frenesi de emissão de moedas, os chamados ICO. Basicamente, empreendedores ou, neste caso, “desenvolvedores”, passam a financiar seus projetos emitindo moedas, ou tokens, que podem ser trocados por bitcoin e ter acessos ao projeto que  se financia.

Todavia, o fato de ser desregulamentado e ser um mercado em alta e em voga, é fácil ludibriar pessoas a fim de comprarem algo, de investirem em algo que simplesmente não existe e nunca vai existir.

Claro que isso não se faz a regra. Há projetos que realmente tem conteúdo e podem valer a pena o risco. A atenção deve ser voltada para o fato de que muita gente, a maioria absoluta, não faz a menor idéia do que está fazendo, nem o é a tal da criptomoeda.

cultura de investimentos

A prova subliminar disso é que no Brasil existem 1 milhão de pessoas que investem em criptomoedas e apenas 500 mil que investem em ações e insignificantes 100 mil que investem em fundos imobiliários.

E a resposta para isso não é a acessibilidade dos investimentos. É possível comprar ações com apenas R$30,00. É possível adquirir cotas de fundos imobiliários com R$ 100,00. Então, não é uma questão de inclusão, mas uma questão de seguir o efeito manada, como lemingues, e pular no precipício junto com todos. É melhor errar em conjunto do que sozinho.

Qual outra forma de explicar o investimento em algo tão complexo como criptomoedas e blockchain em detrimento do mercado de ações ou imóveis em um país que não tem nenhuma tradição para investimentos de risco?

premissas para investir e especular

Duas premissas importantes em investimentos devem sempre estar na mente do investidor: em ativos reais, perde quem se desesperar; em ativos especulativos, perde quem é o último a sair.

Cumpra essas regras e invista e especule com “tranquilidade”.

9 comentários em “JÁ VIU IMÓVEL SUMIR?

  1. Pingback: Adderall for sale

  2. Pingback: real-gomovies.com

  3. Pingback: fake rolex

  4. Pingback: mơ thấy bếp lửa cháy

  5. Pingback: fake rolex

  6. Pingback: DevSecOps

  7. Pingback: Casio MJ-12VCb manuals

  8. Pingback: cpns banyuwangi 2022

  9. Pingback: fresh dumps online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − vinte =