A ECONOMIA E A (IR)RACIONALIDADE DO PENSAMENTO HUMANO

O objetivo da Economia é simples. Sua aplicação, nem tanto.

Quando estava na Faculdade, um professor gostava de tirar sarro dos outros cursos. Natural, visto que cada um defende o seu. Ele dizia que não entendia o pessoal da Contabilidade, que passava 5 anos estudando “Crédito” e “Débito”. Os alunos do curso de Economia se matavam de rir.

Olhando em perspectiva, nós, Economistas, passamos 5 anos estudando apenas duas coisas, também: oferta e demanda. Toda a Economia gira em torno disso e do seu efeito, o equilíbrio, ou desequilíbrio, de mercados.

O DÓLAR E A ECONOMIA

Desde que a situação econômica no país piorou e os escândalos de corrupção ganharam mais força, vimos o dólar subir de R$ 2,50 até a maior cotação em R$ 4,22. Atualmente em patamar de R$ 3,50-R$3,60, muita gente se pergunta: será que cai mais?

VOCÊ INVESTIRIA EM UMA EMPRESA QUE NÃO CRESCE?

Ao escolher entre tipos de investimentos, mais importante que olhar o passado é procurar entender como as alternativas se comportarão no futuro. Entre comprar ações de uma empresa que cresceu muito nos últimos 5 anos, mas que não tem um futuro promissor e adquirir participação em uma empresa que cresceu de forma mais moderada, mas que tem um futuro próspero, qual você escolheria?