O OBJETIVO DOS TERRORISTAS

O objetivo dos terroristas não é matar pessoas, mas controlar pessoas. Os ataques, que acabam por tirar a vida de inocentes nada mais são do que uma arma para atingir aquele fim. Por trás disso tudo sempre há um fundamento, seja ele religioso, econômico ou social. Mas no final do dia, o que eles desejam é ter controle sobre você.

E assim acontece no mundo corporativo, nas nossas amizades, relacionamentos, e todas as interações sociais que temos ao longo da vida. Pessoas tóxicas tentam, a todo custo, nos manipular, controlar, determinar como vivemos a nossa vida.

Tornou-se popular, nos últimos 20 anos, a expressão “bullying”, normalmente referenciada em casos de crianças e adolescentes que sofrem abusos psicológicos e físicos de outras pessoas. O “bully”, aquele que pratica o “bullying”, assim como o terrorista, tenta impor a outras pessoas a forma de viver. Ele deseja que os demais vivam com medo dele, que façam o que mandar, que se vistam, se comportem e se manifestem apenas como ele acha correto. E sua vitória vem, quando a vítima obedece.

O que dá prazer aos terroristas é ver que as pessoas morrem de medo deles; que eles são o foco da atenção; que todos estão de olho neles. Não sou psicólogo, mas em todos os textos e vídeos sobre o assunto, quando alguém pede demais atenção, é por que nunca a teve. E a violência, física ou psicológica, é sua arma para consegui-la.

Nada mais é do que a imposição de uma fraqueza, de uma insegurança intrínseca ao “bully” na sua vítima. É a incapacidade de aceitar que outras pessoas são felizes, que outras pessoas possuem o que desejam. É o desejo de mostrar sua “superioridade” não por se desenvolver mais do que o outro, mas por eliminá-lo.

Existem duas formas de você construir o maior prédio do mundo: ou você vai a luta e o constrói, ou faz um prédio qualquer e passa a derrubar todos os que são maiores que o seu.

E assim é são os terroristas, e os “bullys”. Na incapacidade de assumirem suas fraquezas e trabalharem para que sejam superadas, seja corrigindo-as, seja potencializando suas forças, eles passam a atuar com o fim de destruir o outro. Não conseguem reconhecer os seus erros. Precisam projetar nos outros suas perdas para se sentirem superiores, nem que seja através da violência.

Por isso é tão importante o autoconhecimento. Em uma palestra Leandro Karnal diz que “quem se conhece, não se ofende”. Assim, quando alguém lhe direcionar a palavra, há apenas duas coisas a fazer: se for verdade, não há por que se ofender; se for mentira, também não.

Muito comum em ambientes corporativos competitivos é quando alguém espalha mentiras ou fofocas sobre alguém. Excluindo-se o fato de que isso é um crime previsto no Código Penal Brasileiro, a pessoa que foi alvo de tais palavras deve-se conhecer a ponto de não se ofender. Caso, de fato, o que foi dito seja verdade, deve assumi-la e absorver as consequências. Se for mentira, deve ignorá-las e seguir em frente.

17 comentários em “O OBJETIVO DOS TERRORISTAS

  1. Pingback: real viagra pills for sale at discount

  2. Pingback: generic ventolin

  3. Pingback: ciprofloxacin 500mg antibiotics

  4. Pingback: cialis 20 mg best price

  5. Pingback: naltrexone tablets brand india

  6. Pingback: best-123movies.cam

  7. Pingback: fausse rolex

  8. Pingback: Casino

  9. Pingback: hair steamer australia

  10. Pingback: 원샷홀덤

  11. Pingback: free bbw dating site

  12. Pingback: https://euroclub-th.com/

  13. Pingback: cartoon diamond

  14. Pingback: exchange online plan 1

  15. Pingback: hp server servis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =