BuzzFeed: por favor, vá estudar melhor o Brasil.

Esta semana assisti há um vídeo produzido pela Buzz Feed que fala sobre alguns atos executados pelos brasileiros em sua vida cotidiana, sugerindo que, caso o mundo todo fizesse isso, estaríamos em um lugar melhor.

Sem ser o cara que vê o copo “meio vazio”, acredito que há muito o que se contestar. Segue minha opinião sobre cada um dos pontos:

1. Brasileiros são muito carinhosos e adoram mostrar o seu amor.

Entre seus amigos, sim. Mas entre os países que fui, não lembro de ter conhecido comunidades tão falsas e antagônicas como no Brasil. Com a ideia de sempre querer agradar e ser simpático, vejo como prática comum falar bem ou agradar a uma pessoa quando em sua presença, mas no momento em que saem, os verdadeiros adjetivos vêm à tona.

Na cidade aonde eu nasci, por exemplo, as pessoas costumam dizer que os nativos são receptivos. A verdade acaba quando os estrangeiros chegam. Todos os verões o que mais se vê é o pessoal da cidade reclamando dos que vem de fora. Colocam a culpa neles pelo trânsito, pela sujeira, pela bagunça. Esquecem-se de que quem elegeu os políticos, responsáveis por fazer investimentos em infraestrutura para capacitar uma cidade que se diz “turística” para receber turistas.

Um dos movimentos mais fortes da cidade, diga-se de passagem, é o “Fora Haole”. Esta palavra, que significa em havaiano “homem branco”, é utilizada para hostilizar o estrangeiro. Para exemplificar o fato, chegaram a protestar contra a visita de Gabriel Medina à região, quando ele foi campeão mundial de surf.

2 – Eles realmente fazem uma hora de almoço

Além de fazer uma hora de almoço, há muitas outras formas de adiar o trabalho: lanche da manhã e da tarde. Conversar no corredor. Ir até a mesa do colega para ficar falando de futebol ou da festa do final de semana.

Em uma lista de 62 países, o país é o número 57 no ranking de produtividade.

Para mim, deveria existir uma lei que, caso a projeção de crescimento do PIB para um determinado ano fosse menor do que 2%, todos os feriados estariam cancelados.

3 – Brasileiros gastam tempo falando com as pessoas

Sim. Ter amigos é ótimo e conversar com eles é importante. Porém, após os 18 anos, as novas amizades estão mais preocupadas em “o que você tem” e “o que você pode proporcionar de benefício” do que um verdadeiro companheiro para o churrasco.

Os estrondosos casos de corrupção no país mostraram isso. Que políticos têm a tendência de serem mentirosos e interesseiros, todos já sabem. Mas nos últimos 10 anos o Brasil tem levado isso ao extremo. Não vejo outra justificativa para Eike Batista ter elogiado Lula, e vice-versa. Um é empresário. O outro passou a vida fazendo greve falando mal de empresário. Como acreditar?

No âmbito dos “reles mortais” tal costume também é amplamente divulgado. Ter um “bom” sobrenome ou ser filho de alguém “importante” vão lhe garantir inúmeras “amizades.”

4 – Brasileiros valorizam o tempo em família

Será mesmo? Vamos a alguns números referentes ao Censo de 2000.

  • Lares com uma pessoa sozinha aumentaram 64%;
  • Divórcios triplicaram;
  • Casamentos legais reduziram 12%;
  • Mulheres que criam os filhos sozinhas cresceram 53%;
  • 19,4% das famílias tem um dos pais ausentes em casa;
  • Brasileiro é o segundo povo que mais trai no mundo inteiro.

5 – No Brasil é comum dividirem comida

Bom, aqui não há o que contestar. Sempre que um amigo abre um saco de Ruffles, todos se divertem. Porém, se você não tem amigos, está ferrado. O Brasil é o país mais egoísta da América Latina.

6 – Brasileiros adoram comemorar até os menores eventos

Isso é uma outra verdade absoluta. Aliás, isso gera um comportamento de valorizar algumas atividades em detrimento de outras, teoricamente, mais importantes para a formação. Por exemplo: Brasileiros se gabam por terem conquistado 5 Copas do Mundo de Futebol. Poderia ser cômico, se não fosse trágico, o fato de quem em Copas do Mundo de Futebol, nos dias de jogos do Brasil as pessoas pararem de trabalhar ou estudar para poderem ver os jogos. Enquanto isso, no ranking da educação, somos o 35º em uma lista de 36 países.

No que diz respeito à manifestar-se, o brasileiro também é ótimo em protestos. Recentemente houve uma grande manifestação em São Paulo, depois de o Governo tentar alterar o sistema de ensino. Porém, quando o MEC cortou R$ 10,5 bilhões do orçamento para a Educação, não foram registradas qualquer manifestações, nem de alunos nem de professores.

7 – Brasileiros valorizam muito a limpeza. Inclusive, tomam mais de um banho por dia.

Sim. Muitos brasileiros adoram gastar os tubos em perfumes, cremes e outras coisas mais. Aliás, nosso povo acredita que ser bonito e cheiroso é mais importante que ser culto e inteligente. Em 2015 a FECOMERCIO divulgou pesquisa em que os brasileiros gastam 18% a mais em produtos de beleza que em educação.

Na mesma linha de incoerência, apenas 48% dos municípios brasileiros possuem coleta de esgoto. E, pasmem, o tratamento é de apenas 38%. Não é a toa que o país passa por uma das piores crises epidemiológicas da história, com a dengue, zika e chikungunya.

8 – O trânsito no Brasil é uma loucura. Por isso, é aceitável chegar atrasado em compromissos.

O trânsito é, sim, uma loucura. Porém, o baixo investimento em educação e a cultura de que “para tudo se dá um jeito” é que tornam os atrasos uma constante. O fato de sermos, antagonicamente, egoístas pode explicar melhor este ponto.

9 – A maioria dos Brasileiros tira 30 dias de férias por ano e podem existir mais de 10 feriados nacionais durante o ano.

O ranking da produtividade já foi citado no item 2 e ajuda e explicar este padrão. Os recessos do judiciário, aliás, somam 60 dias.

Não fosse só isso, o empresário brasileiro paga por 13 meses de salário e o funcionário trabalha apenas 11, sem contar o adicional de férias e todos os demais benefícios.

Então, seja mais como os brasileiros e aproveite a vida.

Assista ao vídeo

Agora, conheça os Brasileiros

Veja os 10 melhores lugares do mundo para se morar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − catorze =