7 COISAS QUE STEVE JOBS DIZIA QUE VOCÊ DEVE DIZER TODOS OS DIAS

Empreendedorismo é muito associado com motivação. Mas eu sei que há dias em que a motivação vai embora, ou simplesmente não vem. Parece que o Karma escolhe um determinado momento para lançar contra nós todas as bombas possíveis. E, neste dia que escrevo este post (22/09/2015 – eu pré-agendo muita coisa que desejo publicar), parece que isso aconteceu.

Eu não quero compartilhar meus problemas. Não sou esse tipo de pessoa, que busca atenção pelo que dá errado. Até por que, o que está errado “está” errado e pode ser mudado. Mas hoje é um dia em que a motivação saiu pro happy hour, e criatividade também, mas tinha como meta escrever quatro artigos esta semana. E este é o último.

Eu não vou entrar na onda de mentir currículo, nem de mentir conteúdo. Mas nesse dia sem inspiração, enquanto aguardava por 1h30 no Citibank para ser atendido, eu abri o Linkedin e vi um artigo que resolvi compartilhar.

Ele fala sobre hábitos de pessoas inspiradoras. E naquele momento, caiu como uma luva para mim. E tenho certeza que todos os empreendedores, e muita gente que quer mudar, mas não sabe como, lerá este artigo e verá uma luz no fim do túnel, assim como eu vi.

Em meados de 2016, eu fiz um (re)planejamento sobre a minha persona, sobre quem eu queria ser, e como desejava agir. Cheguei a conclusão que dentre as minhas paixões está estudar e ensinar. E foi por isso que eu me propuz a compartilhar o máximo de conhecimento possível.

Com base nessa reforma estrutural aplicada em mim mesmo, eu decidi ser mais ativo no meu blog, criei uma empresa de educação para escrever livros e lançar cursos (divulgarei em breve), resolvi compartilhar minha trajetória para meu próximo Ironman, estou preparando um canal no youtube para ensinar sobre investimentos e finanças, e tenho procurado passar tudo o que eu aprendo ao máximo de pessoas possíveis.

Em razão desta minha epifânia, e para cumprir aquilo que defini como minha missão, mais do que compartilhar este artigo, eu vou traduzi-lo aqui, a fim de atingir a maior quantidade possível de pessoas.

Espero que estes pensamentos de Steve Jobs sejam tão eficazes para vocês quanto f0ram para mim.


Sete Coisas que Steve Jobs Dizia que Você Deveria Dizer Todos os Dias

Ele veio, ele viu, ele conquistou… e deixou para trás algumas palavras para nos guiar:

1. “A inovação separa os líderes dos seguidores””

Ideias sem ação não são ideias. São arrependimentos.

Todos os dias, muitas pessoas deixam a hesitação e incertezas impedi-las de agirem em relação a uma ideia. (Medo do desconhecido e do fracasso são, frequentemente, o que me param, e provavelmente o que para você, também.)

Pense em algumas ideias que você teve, seja para um novo negócio, carreira ou até como um emprego de meio período.

Analisando em retrospécto, quantas ideias poderiam ter dado certo, especialmente se você tivesse dado o máximo de si? Uma porcentagem considerável teria sido um sucesso?

Minha estimativa é de que, provavelmente, sim — então, começe a confiar em suas análises, seu julgamento e até mesmo seu instinto um pouco mais.

Você certamente não acertará todas as vezes, mas se você não fizer nada, suas ideias se tornarão arrependimentos… você estará errado de qualquer forma.

2. “Eu estou convencido que metade dos motivos que separam empreendedores de sucesso daqueles que fracassam é puramente a perseverança.”

Todo mundo diz que vai além do que pedem. Quase ninguém realmente faz. A maioria das pessoas que realmente vai, pensa… “Pera ai… não tem mais ninguém aqui.. Por que eu estou fazendo isso?” E vão embora, para nunca mais voltar.

É por isso que o “além” é um lugar solitário.

E também é por isso que o “além” é um local com muitas oportunidades.

Chegue cedo. Saia tarde. Faça aquela ligação extra. Mande mais um e-mail. Faça mais uma pesquisa. Ajude um consumidor a descarregar uma encomenda.

Não espere ser questionado — ofereça. Não peça para seus funcionários fazerem — mostre a eles como fazer, e trabalhe junto com eles.

Cada vez que você faz alguma coisa, pense em algo a mais que pode fazer… especialmente se outras pessoas não estão fazendo nada de mais.

Claro, é difícil. Mas é isso que lhe fará diferente.

E, no longo prazo, é o que lhe fará um sucesso.

3. “Meu modelo de negócios é os Beatles. Eles eram quatro caras que mantinham os pontos fracos de cada um em observação. Eles se complementavam, e o total era maior que a soma das partes. Assim era como eu via um grande negócio: coisas grandiosas no mundo dos negócios nunca são feitas por uma pessoa, elas são feitas por um time de pessoas.”

Alguns dos seus empregados lhe deixam maluco. Alguns de seus consumidores são um porre. Alguns de seus amigos são egoístas.

Pare de choramingar. Você os escolheu.

Se as pessoas que lhe cercam lhe deixam infeliz, não é culpa deles. É culpa sua. Eles estão na sua vida pessoal ou profissional por que você os colocou ali – e permitiu que se mantivessem ali.

Reflita sobre o tipo de pessoa com quem você deseja trabalhar. Pense sobre o tipo de clientes que você gosta de serviar. Pense sobre os amigos que deseja ter.

Então, mude o que você faz para que comece a atrair este tipo de pessoa. Pessoas empenhadas desejam trabalhar com pessoas empenhadas. Pessoas gentis gostam de estar associadas a pessoas gentis.

Funcionários excepcionais querem trabalhar para empregadores excepcionais.

Seja o melhor que você pode, e trabalhe para se cercar de pessoas que são ainda melhores que você.

4. “As coisas que mais gosto na vida não custam dinheiro. Está claro que o recurso mais precioso de que dispomos é o tempo.”

Prazos e intervalos de tempo estabelecem parâmetros, mas normalmente não em um bom sentido. A maioria das pessoas a quem são dadas duas semanas para fazer um trabalho, instintivamente ajustam seus esforço para que realmente levem duas semanas para executá-lo – mesmo se não for necessário isso tudo.

Então, esqueça os prazos, pelo menos como uma forma de administrar sua atividade. Tarefas deveriam apenas levar o tempo necessário. Faça o máximo o mais rápido e efetivamente possível. Então, use seu tempo “livre” para fazer outras coisas igualmente rápidas e efetivas.

Pessoas comuns permitem que o tempo se imponha sobre seus desejos; pessoas excepcionais impõe seus desejos sobre o tempo.

5. “As vezes, quando você inova, você comete erros. O melhor a fazer é admiti-los rapidamente, e partir para melhor suas próximas inovações”

Pergunte à maioria das pessoas o motivo pelo qual elas atingiram o sucesso. Suas respostas serão cheias de “eus”. Somente de forma ocasional você escutará “nós”

Depois, pergunte a estas mesmas pessoas por que elas falharam. A maioria vai se comportar como crianças e instintivamente irá distanciá-las do problema, com dizeres como “meu brinquedo quebrou..” ao invés de “eu quebrei meu brinquedo.” Eles dirão que a economia parou, que o mercado não estava pronto, que seus fornecedores não puderam acompanhar.

Eles dirão que foi alguém ou alguma coisa.

Distanciando-se do problema, eles não aprendem a partir de seus erros.

Ocasionalmente, algo completamente fora do controle pode nos levar à falha. Na maioria das vezes, porém, somos nós os culpados. E está tudo bem. Toda pessoa de sucesso já falhou, inúmeras vezes. A maioria delas já falhou mais vezes do que nós. E é por isso que são um sucesso agora.

Absorva cada falha. Assuma o erro, aprenda com ele, e chame para si a responsabilidade de garantir que, na próxima vez, você fará diferente.

6. “Eu não retornei à Apple para fazer uma fortuna. Eu já era rico. Quando eu tinha 25 anos, meu patrimônio pessoal já valia cerca de $100 milhões. Eu decidi que eu não deixaria isso arruinar a minha vida. Não há como gastar todo esse dinheiro, e eu não vejo a riqueza como algo que valida minha inteligência.”

Dinheiro é importante. Ele nos permite um monte de coisas (e uma das mais importantes é a criação de oportunidades).

Mas depois de um certo ponto, dinheiro não faz ninguém mais feliz. Depois de aproximadamente $75 mil dólares por ano em renda, dinheiro não compra mais ou menos felicidade. “Além de uma renda de $75 mil, mais renda não é o caminho para experimentar a felicidade ou para reduzir a infelicidade ou o estresse”, diz um estudo publicado pela Academia Nacional de Ciências.

E se você não acredita nisso, aqui vai outra dica: “Uma vida materialista tem correlação negativa com satisfação com a vida. (ou, em uma citação não-acadêmica, “buscar posses tende a lhe fazer menos feliz”.)

Pense na síndrome da casa grande. Você quer uma casa maior. Você precisa de uma casa maior. (Não necessáriamente, mas você sente que sim.) Então você compra a casa maior. A vida está boa… até que, meses depois, você precisa de uma casa ainda maior.

O novo sempre se torna o normal.

Isso por que “coisas” apenas promovem pequenos momentos de felicidade. Para ser feliz, não há necessidade de procurar mais coisas. Procure experiências.

Um dia você não vai se lembrar do que teve, mas você nunca se esquecerá do que fez.

7. “Seu trabalho preenche uma grande parte de sua vida, e a única forma de estar realmente satisfeito é acreditar que você faz um ótimo trabalho. E a única forma de fazer um ótimo trabalho, é amar o que você faz. Se você ainda não achou, continue procurando. Não pare. Como tudo o que envolve o coração, você saberá quando encontrá-lo.”

Não sabe a sua paixão? Sem problema. Escolha algo interessante. Escolha algo que seja financeiramente viável — algo que as pessoas lhe pagarão para você fazer.

Então, trabalhe árduamente. Melhore suas habilidades, seja em administrar, vender, criar ou implementar, seja lá o que o seu negócio pedir. A satisfação de preenchimento de pequenas vitórias vai lhe dar motivação para seguir trabalhando árduamente. Pequenas vitórias lhe motivarão para melhorar ainda mais.

A satisfação de atingir um nível de sucesso vai fazer com que você se torne mais motivado para adquirir novas habilidades para chegar a outro nível, e ao próximo, e ao próximo.

Um dia, você vai se ver incrivelmente realizado – porque você está fazendo um ótimo trabalho, um trabalho que você aprendeu a amar.


Texto original em http://www.inc.com/jeff-haden/7-things-steve-jobs-said-that-you-should-say-every-single-day.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + dezessete =